O Grupo de Oração Sementes de Maria acontece todos as terça-feiras, as 19:30 com início do Santo Terço, na Capela Rosa Mística, Rua Paulina Maria Alves, 210, Loteamento, Pompéu/MG.

segunda-feira

Um jeito diferente de Evangelizar...


Tudo começou com um CD antigo do Roberto Carlos chamado “Músicas para a juventude", que  inspirou o Kamon a escrever músicas dos anos 60 e uma foto de seu pai com o cabelo com estilo Elvis Presley. 

O Kamon cantava na igreja e escreveu para o grupo de jovens uma música no formato Rockabilly. Depois encontrou em sua caminhada, estes caras da ECLE loucos por Jesus e aí tudo se encaixou. 

Gravamos nosso ensaio em 2001 e resolvemos lançá-lo como CD. Foi uma experiência única, pois, no CD há cantos que nem imaginávamos. 

Continuamos a seguir nosso estilo rockabilly e estudamos bastante o formato do som.   Deus continuou abençoando nosso trabalho, e em cada missão, transmitimos mais e mais alegria às pessoas. O interessante é que a ECLE é formada por músicos de comunidades diferentes que se uniram para evangelizar. 

A banda já participou dos programas Jovens tardes, na rádio América e Fim de Semana na Rádio Gospa Mira, visitou as cidades de Sete Lagoas, Betim, Sabará, Lagoa Santa, Ibirité, Belo horizonte e Santa Luzia e participou na Band, do Canal 7, no programa de Minas para o Brasil. 

A ECLE não cobra para tocar, pois, todos da Banda acreditam que o dom que Deus lhes concedeu como graça não pode ser cobrado, tem que ser doado, pois, somos uma banda missionária.
.
A banda ECLE é a nossa nova amiga,  e a partir de agora rezemos por eles também, para que o Senhor continue os abençoando nessa missão de Evangelizar através da Música.


domingo

Sementes de Maria no PHN 2011

Fala galera, paz e bem!
Estamos a menos de 2 meses do Acampamento PHN, e como será??
De 13 a 17 de julho de 2011, a Canção Nova promove um dos seus maiores eventos: o Acampamento PHN (Por Hoje Não vou mais pecar). Na edição anterior, o evento reuniu cerca de 150 mil pessoas na sede da Canção Nova em Cachoeira Paulista/SP.
A edição de 2011 tem como inspiração a passagem bíblica “O amor jamais acabará” (I Cor 13, 8).
Está confirmada a presença de Dom Antônio Augusto, Dom Eduardo Pinheiro, Pe. Fabrício Andrade, Pe. Paulo Ricardo, Pe. Sávio (assessor do setor juventude da CNBB), Dunga, Adriano Gonçalves, André Felício (Tuffi), Astromar (movimento Mariana Braga), Brais Oss e Emanuel Stênio.
Haverá shows de Dunga, Eliana Ribeiro, Salette Ferreira, Eros Biondini, Amor e Adoração, Conexa, Márcio Todeschini e convidados. Além disso, serão lançados no evento os CDs Amor e Adoração e Conexa.
O encontro é gratuito e não há limite de idade para participar. Você pode se hospedar na Pousada Sérgio Abib ou no Camping Canção Nova. Para mais informações, entre em contato pelo tel. (12)3186-2600 ou acesse o site http;//eventos.cancaonova.com
Haverá:
• Celebrações da Santa Missa;
• Adoração ao Santíssimo Sacramento;
• Pregações;
• Shows;
• Terço Mariano;
• Luau;
• Atividades paralelas: Encontro de Torpedeiros, Encontro de Twitteiros PHN e
apresentações de Hip Hop.
Espiritualidade
Viver o PHN é buscar o encontro com Deus, ser uma pessoa nova, ser um jovem curado e alegre, renunciar à própria vontade para seguir os ensinamentos de Jesus, ser radical, viver a castidade, estar inserido na realidade do mundo sendo sal e luz. A Canção Nova realiza esse acampamento pensando nos jovens que vivem essa realidade de luta contra o pecado, assumindo o compromisso de viver o PHN – Por Hoje Não vou mais pecar.
Espero por você! Não esqueça de 13 a 17 de julho aqui na CN em Cachoeira Paulista.
Deus abençoe,
Tamo junto!
Emanuel Stênio

Nossa essência é o amor

Temos clara consciência de que fomos feitos para amar e ser amados, porque a nossa essência é o amor; e a fonte que a alimenta é o verdadeiro amor. Quanto mais nos aproximamos da fonte que alimenta a nossa vida, e esta fonte tem um nome próprio: Jesus, tanto mais livres e realizados nos tornamos, independentemente do que acontece ao nosso redor. Ao passo que quando nos afastamos dessa fonte caímos num profundo vazio, no nada, porque a nossa vida tem a sua origem em Deus-amor, que tem vida plena e abundante para cada um de nós.
“Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância! (Jo 10,10)
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago

sábado

Guerreiros de Deus

   A verdade é que não podemos confiar em nós mesmos. A nossa natureza humana foi contaminada pelo pecado. Somos portadores de uma inclinação para o mal. Se não tomarmos cuidado, esta natureza velha toma conta de nós. 
   Antes de nossa conversão, o inimigo pouco se preocupava em nos tentar. Mas quanto mais tomamos consciência de que somos eleitos, quanto mais trilhamos os caminhos do Senhor e nos tornamos úteis no trabalho de Deus, mais somos provados pela tentação. 
   A tentação pela qual Jesus passou é a mesma pela qual passam todos os guerreiros de Deus.

Deus te abençoe
Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova


(Trecho do livro "Combatentes na provação" de monsenhor Jonas Abib)

quarta-feira

Doença Moderna? (Depressão)




A cada ano os índices de depressão entre os jovens crescem. Muitos ficam travados na doença porque desconhecem sintomas, se isolam ou não querem buscar ajuda. Atualmente, essa enfermidade já atinge 300 milhões de pessoas no mundo. 

 

Depois do término de um relacionamento, a carioca Flávia Cristina, de 28 anos, perdeu seis quilos, teve gastrite, vômitos e insônia. Ela e sua família não sabiam, mas começava o quadro de uma doença que atinge cerca de 300 milhões de pessoas no mundo: a depressão.
“No início eu não sabia que era depressão, achei que fosse comum. Mas com o tempo ficou sério, fui ao médico e descobri que, no meu íntimo, o fim do relacionamento estava mal resolvido”, explica a jovem que superou a enfermidade com ajuda da fé.
A tristeza sentida por Flávia serviu como gatilho para a doença, mas, segundo o psicólogo Alexandre Rivero, é importante distinguir que nem sempre estar triste significa estar deprimido. “A tristeza vivida ao longo da vida é normal. A depressão já é um processo de adoecimento, a pessoa se isola e não quer contato com ninguém”.


Dentre os fatores de risco, estão o histórico familiar da doença, sexo feminino, idade avançada, parto recente, acontecimentos estressantes e dependência de droga. “Existe ainda a predisposição genética, quando o pai e a mãe têm a enfermidade a chance do filho ter também é de 25%”, conta o médico Dr. José Augusto Nasser.


De acordo com Rivero, pesquisas modernas sobre a depressão apontam ainda que o estereótipo de perfeição, vendido pela mídia e pela sociedade, influencia o quadro depressivo. “A mídia arquiteta um corpo perfeito, sucesso o tempo todo… No imaginário do jovem criam-se parâmetros absurdos e inatingíveis que o fazem se depreciar”.
Flávia acredita que o apoio da família e a sua fé em Deus foram fundamentais para a superação da enfermidade. “Minha cura foi uma junção do apoio da família, fé em Deus, tratamento e terapia. Rezar, participar na comunidade, ir à Santa Missa, me envolver com a paróquia e com o grupo de oração me ajudaram muito. Tenho certeza de que Deus estava comigo o tempo todo”, testemunha.
E a carioca não é a única que melhorou com o auxílio da religião. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Rush, nos Estados Unidos, mostrou que a fé pode ser uma forte aliada contra a depressão. Em pacientes já com o diagnóstico da doença, a crença em Deus pode melhorar a resposta ao tratamento médico, conforme relata um artigo publicado no ‘Journal of Clinical Psychology’.
Segundo o padre salvista Eliano Gonçalves, o doente não pode esperar o impulso das suas vontades, caso contrário vai se entregar cada vez mais à doença. “Temos que buscar a Deus por aquilo que Ele é, não por aquilo que sentimos. O Senhor está conosco, caminhando conosco o tempo todo. Existem coisas que vamos passar sozinhos (longe das pessoas), mas nunca longe de Deus. Podemos não sentir a Sua presença, mas Ele está conosco!”, declara.

segunda-feira

Voltemos ao primeiro amor

Jesus nos diz alegremente: "Conheço tuas obras, teu labor e tua perseverança, e sei que não podes suportar os malvados. Puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são, e comprovaste que são mentirosos. És perseverante: sofreste por causa do meu nome e não perdeste a coragem" (Ap 2,1-7). Mas também, bondosamente, o Senhor nos chama a atenção: "Mas tenho contra ti que abandonaste o teu primeiro fervor. Lembra-te, pois, de onde caíste: arrepende-te e faze as obras de outrora"(Ap 2,1-7). 

Lembra-se da época em que você se converteu? De quando foi batizado no Espírito Santo? Você orava com gosto e espontaneidade; sem medo ou vergonha. Encontrava tempo para fazê-lo? Buscava os dons do Senhor, o estudo da Palavra de Deus. Em seu coração havia caridade: amor, perdão; não havia rivalidades, invejas, ciúmes... O que aconteceu? Abandonamos o primeiro amor. Decaímos das primeiras obras. 

Por isso está escrito em Baruc: "Multiplicai vossos esforços para procura-lo!" É urgente que voltemos ao primeiro amor. "Tendes dez vezes mais zelo em procura-Lo!" Não por obrigação, mas por amor! Porque Jesus é o Senhor e precisamos ser d'Ele. Porque estamos numa batalha. E, nessa batalha, ou somos de Deus ou o inimigo nos arrasta. 

Para isso, peçamos ao Senhor a unção do Espírito Santo. Que Ele derrame novamente Sua unção; que sejamos inundados pelo Espírito Santo de Deus: para readquirirmos o fervor, a coragem e o ânimo que tínhamos nos primeiros tempos. Esta é a obra do Espírito, necessária para a nossa própria salvação, urgente para realizarmos nossa missão. 

É hora de pedir hoje, amanhã e todos os dias: porção dupla, tripla, quádrupla da unção do Espírito Santo Paráclito. Assim, batizados no Espírito, voltaremos às primeiras obras: à oração pessoal. Ao estudo da Palavra, à vida sacramental... a todos os frutos do Espírito: caridade, perdão, simplicidade!... É isso que o Senhor quer para nós. 

Um dos motivos pelos quais temos nos afastado do primeiro amor também está descrito no livro do Apocalipse: 
"Ao anjo da Igreja que está em Laodicéia, escreve: Assim fala o Amém, a Testemunha fiel e verdadeira, o Princípio da criação de Deus: Conheço tuas obras: não és frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente! Mas, porque és morno, nem frio nem quente, estou para vomitar-te da minha boca. Pois dizes: sou rico, enriqueci-me, de nada mais preciso, e não sabes que tu és miserável, digno de lástima, pobre, cego e nu" (Ap 3,13-17).

A terrível verdade é que nos orgulhamos até mesmo de nossa fé. Uns dizem: "Sou batizado no Espírito, oro, conheço a Palavra, sou dirigente, já fui a congressos fora do país...". É o mesmo que dizer: "Sou rico, enriqueci-me, de nada mais preciso". E o Senhor nos diz: "Não sabes que tu és miserável, digno de lástima, pobre, cego e nu". Veja como o Senhor continua: 

"Aconselho-te a comprar de mim ouro purificado no fogo para te enriqueceres, e vestes brancas para te cobrires, a fim de que não apareça a vergonha de tua nudez, e um colírio para ungires teus olhos e recuperares a visão. Quanto a mim, repreendo e corrijo todos aqueles a quem amo. Sê, pois, fervoroso e arrepende-te! Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele comigo" (Ao 3,18-20).

Jesus está batendo forte à porta. É preciso abri-la. Se a abrirmos, Ele entrará e ceará conosco. Sairemos, então, da situação infeliz em que estamos e seremos fortes no Senhor.

"Ao vencedor, concederei sentar-se comigo no meu trono, como eu também alcancei a vitória e fui sentar-me com eu Pai em seu trono. O que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas" (Ap 3,21-22).


(Trecho extraído do livro "Considerai como crescem os lírios" de monsenhor Jonas Abib)

domingo

Vida de Irmã Dulce, a nova Beata Brasileira

Irmã Dulce, que ao nascer recebeu o nome de Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, era filha do dentista Augusto Lopes Pontes e de Dulce Maria de Souza Brito Lopes Pontes.

Aos 13 anos, depois de visitar áreas carentes, acompanhada por uma tia, ela começou a manifestar o desejo de se dedicar à vida religiosa.

Com o consentimento da família e o apoio da irmã Dulcinha, foi transformando a casa da família num centro de atendimento a pessoas necessitadas. 

Em 8 de fevereiro de 1933, logo após se formar professora, Maria Rita entrou para a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, na cidade de São Cristóvão, em Sergipe. Em 15 de agosto de 1934, aos 20 anos de idade, foi ordenada freira, recebendo o nome de Irmã Dulce, em homenagem à sua mãe. 

Sua primeira missão como freira foi ensinar em um colégio mantido pela sua congregação, na Cidade Baixa, em Salvador, região onde também dava assistência às comunidades pobres e onde viria a concentrar as principais atividades das Obras Sociais Irmã Dulce. 

Em 1936, ela fundou a União Operária São Francisco. No ano seguinte, junto com Frei Hildebrando Kruthaup, abriu o Círculo Operário da Bahia, mantido com a arrecadação de três cinemas que ambos haviam construído através de doações. Em maio de 1939, irmã Dulce inaugurou o Colégio Santo Antônio, voltado para os operários e seus filhos.

No mesmo ano, por necessidade, Irmã Dulce invadiu cinco casas na Ilha dos Ratos, para abrigar doentes que recolhia nas ruas. Mas foi expulsa do lugar e teve que peregrinar durante uma década, instalando os doentes em vários lugares, até transformar em albergue o galinheiro do Convento Santo Antônio, que mais tarde deu origem ao Hospital Santo Antônio, centro de um complexo médico, social e educacional que continua atendendo aos pobres. 

Considerada um "Anjo bom" pelo povo baiano, recebeu também o apoio de pessoas de outros estados brasileiros e de personalidades internacionais. Mesmo com a saúde frágil, ela construiu e manteve uma das maiores e mais respeitadas instituições filantrópicas do país.

Em 1988, irmã Dulce foi indicada pelo então presidente José Sarney, com o apoio da rainha Silvia da Suécia, para o Prêmio Nobel da Paz. Oito anos antes, no dia 7 de julho de 1980, Irmã Dulce ouviu do Papa João Paulo 2o, na sua primeira visita ao país, o incentivo para prosseguir com a sua obra.

Os dois voltariam a se encontrar em 20 de outubro de 1991, na segunda visita do Papa ao Brasil, quando João Paulo 2o fez questão de ir ao Convento Santo Antônio visitar Irmã Dulce, já bastante enferma. Cinco meses depois, no dia 13 de março de 1992, Irmã Dulce morreu, pouco antes de completar 78 anos. No ano 2000 foi distinguida pelo papa João Paulo 2o com o título de Serva de Deus. O processo de beatificação de irmã Dulce está tramitando na Congregação das Causas dos Santos do Vaticano.

Comentário do Evangelho Dominical


Irmãos de caminhada, Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

    Quão grandes foram as bênçãos derramadas ontem no Grupo de Oração Sementes de Maria. Falar de Nossa Senhora é ressaltar o seu SIM e cativar o nosso. É falar sobre o ser mulher Maria e admitir a mulher que levamos dentro de cada um de nós. Graças a Deus e Maria pelas tamanhas honras e benefícios que vêem me propondo em minha vida, como a graça de falar em nome de Jesus ontem por tantos que ali estavam reunidos.

   Mas nesse dia de hoje, venho comentar um pouco sobre esse evangelho bastante rico que Jesus nos deixou como prova maior de amor. No evangelho de João, capitulo 12, versículo de 1 a 12, Jesus vem nos pedir para que não perturbemos nosso coração, para que não deixamos à mágoa, a inveja, a ambição, o medo invadir nosso coração. Não deixemos que as perturbações do dia a dia, ou que as preocupações sejam motivos fortes para nos tirar do caminho da vida, do caminho de Deus.

    Nesse evangelho Jesus ressalta também a todo o momento sobre a fé, o poder de crer que cada um de nós levamos em nossos corações. O poder de crer que minha vida, minha família, minha sexualidade, meus namoros serão restaurados por Jesus, e com Ele, eu serei uma pessoa melhor a cada dia, em minha busca pessoal. E Jesus nos afirma que com nossa caminhada perseverante e não desanimaste em cada obstáculo, Ele prepara um lugar para nós no céu. Um lugarzinho cômodo e aconchegante.

     No versículo 6 Ele nos diz também que é o Caminho, a Verdade e a Vida. E nos contempla no versículo 12 dizendo que quem acredita nEle fará as obras que Ele faz, e fará ainda maiores do que estas. Há Deus maior e melhor do que esse? O amor maior e melhor do que Deus nos proporciona? Se houver, quero saber.

      E é assim, confiando e crendo em Jesus que faremos novas obras e novas todas as coisas em nosso meio, seja em casa, no trabalho, na cidade e principalmente, no mundo tão desigual que vivemos hoje.
Que a paz do Senhor permaneça no seu meio hoje e sempre! Amém!

André Santos

Evangelho Dominical (João 14,1-12)


Domingo, 22 de Maio de 2011 
5º Domingo da Páscoa

 

— O Senhor esteja convosco! 
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 1”Não se perturbe o vosso coração. Tendes fé em Deus, tende fé em mim também. 2Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fosse, eu vos teria dito. Vou preparar um lugar para vós 3e, quando eu tiver ido preparar-vos um lugar, voltarei e vos levarei comigo, a fim de que onde eu estiver estejais também vós. 4E, para onde eu vou, vós conheceis o caminho”.
5Tomé disse a Jesus: “Senhor, nós não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?” 6Jesus respondeu: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. 7Se vós me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. E desde agora o conheceis e o vistes”.
8Disse Felipe: “Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta!” 9Jesus respondeu: “Há tanto tempo estou convosco, e não me conheces, Felipe? Quem me viu, viu o Pai. Como é que tu dizes: ‘Mostra-nos o Pai’? 10Não acreditas que eu estou no Pai e o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo, mas é o Pai, que, permanecendo em mim, realiza as suas obras. 11Acreditai-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Acreditai, ao menos, por causa destas mesmas obras. 12Em verdade, em verdade vos digo, quem acredita em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois
eu vou para o Pai”.

sábado

Aquilo que seu coração busca direciona o olhar

Nossa jornada começa com o tema “Um olhar que cura”. Na Canção Nova a Palavra de Deus rege todas as coisas. 

No Evangelho Jesus dá um conselho aos seus discípulos e agora a mim e a você “Não se perturbe o vosso coração” (Jo 14,1). Perturbar é sinônimo de importunar, Jesus dizia para eles não deixarem que ninguém abale os seus corações. Não deixe que nada retire a paz do seu coração. Jesus estava preparando seus discípulos para enfrentarem a vida, Ele poderia ter alertado de tantas coisas, mas os alertou de uma pertubação no coração.

Um coração perturbado não enxerga a verdade por inteiro. Quem traz um coração angustiado não consegue enxergar a verdade que está debaixo do seu nariz. Todos aqueles que tem o coração perturbado tem um olhar doente, que não enxerga a verdade. Por isso Jesus preparava aquele povo.

Aquilo que seu coração busca direciona o olhar. Aquilo que anceia seu coração direciona onde você vai olhar. Por isso um coração perturbado não enxerga bem, vê a vida só pelo lado ruim. Muitas de nossas enfermidades espirituais tem raiz num coração perturbado que busca coisas erradas, viciando seu olhar. Os olhos enxergam o que busca o coração. Podemos treinar nossos olhos para o que busca o coração. Nesse acampamento “Um olhar que cura”, precisaremos reeducar nosso coração para olhar na direção certa. É só descobrir o que busca seu coração e você vai ver onde pousa o olhar. Nosso coração é muitas vezes doente, Jesus disse: “Não perturbe o vosso coração. Tendes fé em Deus, tendes fé em mim também”. O remédio para um coração adoecido está na fé em Jesus Cristo.
“Você não é filho de qualquer um, você tem um Pai”
Foto: Maria Andréa/cancaonova.com
 
A primeira leitura nos mostra justamente uma pessoa que tinha um olhar doente, Paulo, mas ele faz uma experiência de cura profunda e muda sua visão que muda a direção do coração. Interessante experiência da cura de Paulo. Quando ele encontra com Jesus ressuscitado é necessário que ele passe três dias cego, o tempo necessário para que o coração encontrou Jesus passe a viver com olhar em Jesus. O processo de cura de qualquer ser humano passa pelo processo de reconhecer que somos filhos “Tu és meu filho, eu hoje te gerei” Sl 2. 

No batismo de Jesus e em sua transfiguração, do Céu vem uma voz que diz “Tu és meu Filho, Eu hoje te gerei” Sl 2. Paulo nos diz na primeira leitura que no Filho de Deus fomos feitos filhos do Pai. É a manifestação do Pai que diz que somos pertença Dele. “Tu és meu filho” brota de um coração que busca, Deus que busca seus filhos. Você precisa nesse final de semana deixar que esse olhar te encontre, olhar que cura. Deus escolheu personificar esse olhar que cura em Jesus Cristo. Ele é essa pessoa, que tem o poder e força de transformar o que busca nosso coração. 

O que tem buscado seu coração?

A raiz de toda enfermidade espiritual está na pertubação da consciência e vivência de que eu sou um filho de Deus. O olhar que cura olha para você esse fim de semana e espera uma resposta. 

No meio das nossas provação deixamos o coração se perturbar porque passamos a ser órfãos de Deus que é nosso Pai. Tome posse de que és filho e receberás a cura. Você não é filho de qualquer um, você tem um Pai.

Para experimentar o olhar que cura é preciso reconhecer que o meu coração e meus olhos estão doentes. O grande processo de cura acontece na vida de um doente justamente quando o enfermo busca o remédio. Estamos falando de doenças espirituais, por isso o processo de cura vai depender do desejo e anseio do seu coração de buscar aquele que tem um olhar que cura. Antes de experimentar a autoridade de um coração que cura precisamos experimentar a fragilidade de um coração doente. Jesus é o caminho para a cura que você veio bu
scar.

quarta-feira

Você se conhece ou vive a partir do que os outros falam?


ouvir_falarSomente Deus nos conhece verdadeiramente. Muitas pessoas sofrem, porque passam a vida se comparando com os outros; vivem sempre inquietas, angustiadas e sem paz. O que as leva a agir assim é a falta de conhecimento de si mesmas.
Precisamos arrumar tempo para nos encontrar com nós mesmos e com Deus. Ao longo do dia, mergulhamos no turbilhão da vida, nos ruídos e em tantas situações, que acabamos nos tornando divididos interiormente, a ponto de, muitas vezes, perdermos a capacidade de tocar em nossa essência.
Cada um traça um perfil diferente a nosso respeito – muitas vezes, negativo e equivocado – de modo que, se não nos conhecemos a fundo, corremos o risco de acolher tudo o que disserem a nosso respeito. Contudo, só podemos nos conhecer verdadeiramente como somos ao nos encontrarmos com Jesus Cristo.
Você já parou para pensar como você é no Coração de Deus? Como Ele o criou na sua originalidade? Seguramente, a partir disso você não será mais a mesma pessoa, porque vai descobrir quem, de fato, você é: alguém dotado de talentos, de beleza, de amor e tantas outras riquezas e dons!
Convido você para se abrir a essa experiência neste dia. Não perca tempo comparando-se com os outros. Abra-se à ação do Espírito Santo de Deus.
Jesus, eu confio em Vós

terça-feira

Peça a graça de não ser enganado

A todo instante o inimigo de Deus tenta nos deixar cegos, insensíveis e pensamos que não é bem assim. Na verdade, é o maligno que cega nossos olhos, tapa nossos ouvidos, insensibiliza nosso coração, para que não reconheçamos a maravilha que Deus fez em nós. É pela ação do Espírito Santo que o Senhor tira dos nossos olhos as vendas que causam toda essa insensibilidade, dureza e torpor.

A palavra “predestinação” já mostra que existe um destino para cada um de nós. Justamente por causa disso, a tentação continuamente nos oferece brinquedinhos, coisas que satisfazem a nossa carne, nos dão prazer, status e posição social... nos deixamos enganar pelo inimigo por pequenas coisas. Ele é mestre em nos enganar. O diabo nos ilude fazendo-nos acreditar que somos o máximo, que somos capazes de conseguir tudo sozinhos... até mesmo nos sentirmos superiores a Deus.

Somos chamados à santidade. Todos, sem exceções. É este o nosso primeiro chamado. Esta é a primeira vocação de todo batizado. Peça a Deus a graça de não ser mais enganado.

Deus o abençoe!

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

(Trecho do livro "Vocação, um desafio de amor" de monsenhor Jonas Abib).

domingo

Oração da mãe

Fui escolhida por Ti, Senhor! Fui escolhida para gerar vida, para ser mãe. Fui escolhida como instrumento de um milagre que acontece milhares de vezes, todos os dias em todos os lugares do mundo. E que, ao mesmo tempo, é único. Cada nova criatura é única. E isso me faz muito feliz! Lembro-me da minha gravidez. Eu já sabia que tudo na vida seria diferente. E foi.
Como o tempo passa! Parece que foi ontem. E eu vivi a intensidade de todos os momentos. Lembro-me do primeiro dia de aula. Ele todo arrumadinho. E um aperto no meu coração ao ter de ir embora. Mas fui junto. Estudei junto todo esse tempo.
Contei histórias. Ouvi histórias. Deitei junto na cama para fazer dormir. Acalentei-o tantas vezes em meio às dores que surgem no corpo e na alma. Chorei. Chorei junto quando a primeira namorada disse que não dava mais. Para o meu filho, o mundo parecia acabar ali. Entendi o seu sofrimento. Sabia que ia passar. Mas sabia tambem que tinha de respeitar aquele momento.

Sofri junto nas primeiras derrotas, mas soube ensinar que a vida é recheada delas e que é preciso ser inteligente para aprender suas lições.

Aplaudi peças, meio sem graça, que ele fazia com os amigos. Cuidei para não ficar próxima a ponto de sufocar, nem tão distante a ponte de abandonar. Aprendi o caminho do meio-termo.

Senti-me tantas vezes sozinha; outras, cheia de ciúmes, quando o via sair com os amigos e me deixar em casa. Meu filho já não era meu. E eu tinha que compreender que a vida que surgira da minha vida tinha o direito de construir sua história. Tentei não falar demais. Tentei ensinar pelo exemplo e estar aberta para ouvir. Nunca quis transformá-lo no primeiro lugar. Meu sonho sempre foi ajudá-lo a ser feliz.

Não poupei abraços e beijos. Não poupei brincadeiras. Como era bom rolar no tapete da sala. Inventar e reinventar histórias, e ouvir dele que começasse tudo de novo. A mesma história. A repreensão quando mudava, aqui ou ali, alguma coisa da trama. Que tempo bom!

Hoje ele segue sua história. É lindo. Inteligente. E um homem de sucesso. E mais do que tudo isso, é feliz. E posso testemunhar que todo o amor partilhado não foi em vão. A semente plantada com carinho, regada com cuidado e atenção, não pode fazer brotar ervas ou pragas.

No jardim da vida dei a minha contribuição. E valeu a pena. Hoje, já não o vejo mais com a mesma frequência dos idos tempos de infância. Mas sei o quanto ele me ama e pensa em mim. Sei o cuidado que tem comigo. Acha que eu virei criança.
Juntos ainda conseguimos chorar e rir e nos respeitamos.
Obrigado, Senhor, eis a minha oração. Nada tenho a pedir. Só quero agradecer. O milagre da vida continua a iluminar meus dias, e, a cada novo dia, eis me aqui para viver. Ofereço-Te a certeza de que viverei com a mesma intensidade, todos os meus dias, até o momento da plena felicidade de estar face a face Contigo. Amém.

(Artigo extraído do livro "Educar na oração")

quinta-feira

Precisamos ser cheios do Espírito Santo

O que é ser batizado do Espírito Santo? Desde seu batismo, Deus está em você. O Pai, o Filho e o Espírito Santo estão em você. Mas não basta, pois é preciso que esse Deus, que está em você, venha à tona.

De que adianta você ter um poço e não tirar água dele? Da mesma forma, de nada adianta Deus estar em você se Ele não se manifestar em sua vida. O batismo no Espírito Santo é isso: o Espírito, que já está em você, vem à tona. Como disse Jesus: “Do seu interior correrão rios de água viva” (Jo 7,38b).

A partir do batismo no Espírito Santo, tudo começa a mudar! "Mandas teu espírito, são criados, e assim renovas a face da terra" (Sl 104,30).

Essa renovação da face da terra começa a partir da nossa renovação, dia após dia. Essa renovação é carismática, pois é feita com as armas mais poderosas de Deus: os carismas, os dons do Espírito Santo. É só abrir o livro dos Atos dos Apóstolos e veremos quantas maravilhas! 

Por intermédio das mãos dos apóstolos as pessoas eram curadas de todos os tipos de doenças: cegueira, lepra... Por isso, multidões abraçavam a fé e vinham para Jesus. Como Ele, os apóstolos também faziam milagres. O maior de todos, porém, o grande milagre, era a transformação das pessoas.

Aqueles homens que levavam uma vida totalmente pagã, longe de Deus, reconheciam o Deus vivo e verdadeiro, reconheciam Jesus e se voltavam para Ele. A Palavra era anunciada e o Espírito Santo era derramado.

Esse é o propósito de Deus para cada um de nós. Não basta ser católico, ser padre ou religioso, ir à igreja e participar da Santa Missa. Também não basta ter um trabalho pastoral na paróquia. Aliás, para fazer tudo isso, e com eficácia, para que as pessoas sejam tocadas e transformadas, é preciso que cada um de nós seja cheio do Espírito Santo.

Ser batizado no Espírito Santo é isso: permitir que Ele, que já está em nós, realize os mesmo feitos que realizava nos primeiros cristãos, na Igreja primitiva. Permitir que o Ele nos transforme e nos renove.

Posso testemunhar: Deus está me transformando. Este é o primeiro passo. Mas, além disso, Ele está me usando nas pregações, para tocar as pessoas, para convertê-las e trazê-las para Jesus, curá-las e libertá-las. Ele me usa para afastar jovens das drogas, da prostituição e da vida errada, para unir famílias e levar palavras de sabedoria àqueles que delas precisam. 
Nada sou. É Deus que me usa e faz de mim o que Ele quer. Esta é a consequência do batismo no Espírito Santo: Deus começa a nos usar com uma eficácia única, eficácia divina!

Na verdade, o Espírito Santo já está em você. A questão não é de merecimento ou grau de santidade, como pensam alguns. Você recebeu o Espírito Santo em seu batismo, em sua crisma. Com a terra acontece a mesma coisa: no fundo dela há veios, lençóis de água. É preciso perfurá-la até atingi-los. Logo que isso acontece, a água sobe com toda a força.

Para que aconteça o batismo no Espírito Santo, é preciso apenas perfurar a rocha que, infelizmente, se criou em cada um de nós. Quando a região onde está o Espírito Santo é atingida, Ele vem com toda a força. Foi o que aconteceu em Pentecostes.

(Trecho extraído do livro "O Espírito sopra onde quer" de monsenhor Jonas Abib)

quarta-feira

30 de Abril - Ressuscitai com Cristo

      No ultimo sábado dia 30 de Abril, o Grupo de Oração realizou mais um de seus encontros. 


     Novos visitantes, uma maravilhosa pregação, e músicas que animaram a todos, Deus mostrou-nos mais uma vez a sua presença, a sua graça, e o seu amor por nós. 


Confira algumas fotos:

 Pregador da Semana - Tio Dalton

 Doação das tortas...

domingo

Reze oração para pedir graças por intercessão de João Paulo II


Agora os católicos de todo o mundo podem rezar ao Senhor por intercessão do Papa João Paulo II. Com a cerimônia de beatificação realizada na manhã deste Domingo da Misericórdia, 1º, o culto ao Pontífice é inscrito no calendário próprio da Diocese de Roma e de todas as da Polônia, terra natal de Karol Wojtyla, com a memória celebrada no dia 22 de outubro (dia da primeira Missa de seu Pontificado).

Acesse
.: Página especial da beatificação de JPII
.: Fotos no Flickr


A seguir, confira a oração própria para pedir graças por intercessão do novo beato:

Oração

Ó Trindade Santa, nós Vos agradecemos  por ter dado à Igreja o Beato João Paulo II e por ter feito resplandecer nele a ternura da vossa Paternidade, a glória da cruz de Cristo e o esplendor do Espírito de amor.
Confiando totalmente na vossa infinita misericórdia e na materna intercessão de Maria, ele foi para nós uma imagem viva de Jesus Bom Pastor, indicando-nos a santidade como a mais alta medida da vida cristã ordinária, caminho para alcançar a comunhão eterna Convosco. Segundo a Vossa vontade, concedei-nos, por sua intercessão, a graça que imploramos, na esperança de que ele seja logo inscrito no
número dos vossos santos. Amém.
 
Com a aprovação eclesiástica
AGOSTINO CARD. VALLINI
Vigário Geral de Sua Santidade para a Diocese de Roma
Comunicar as graças recebidas a:
Postulazione della Causa di Canonizzazione
del Beato Giovanni Paolo II
Piazza S. Giovanni in Laterano, 6/a – 00184 Roma

Evangelho Dominical (João 20,19-31)

Domingo, 1 de Maio de 2011 
2º Domingo da Páscoa


— O Senhor esteja convosco. 
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

19Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medo dos judeus, as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e, pondo-se no meio deles, disse: “A paz esteja convosco”. 
20Depois dessas palavras, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então os discípulos se alegraram por verem o Senhor. 
21Novamente, Jesus disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio”. 22E, depois de ter dito isso, soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo. 23A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos”. 
24Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, não estava com eles quando Jesus veio.25Os outros discípulos contaram-lhe depois: “Vimos o Senhor!” Mas Tomé disse-lhes: “Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não acreditarei”. 
26Oito dias depois, encontravam-se os discípulos novamente reunidos em casa, e Tomé estava com eles. Estando fechadas as portas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: “A paz esteja convosco”. 
27Depois disse a Tomé: “Põe o teu dedo aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu lado. E não sejas incrédulo, mas fiel”. 28Tomé respondeu: “Meu Senhor e meu Deus!” 29Jesus lhe disse: “Acreditaste, porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!”
30Jesus realizou muitos outros sinais diante dos discípulos, que não estão escritos neste livro. 31Mas estes foram escritos para que acrediteis que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e, para que, crendo, tenhais a vida em seu nome.

- Palavra da Salvação. 
- Glória a vós, Senhor.

Como praticar a devoção dos Cinco Primeiros Sábados dedicados à Virgem Maria?

"Deus quer estabelecer no mundo a devoção a meu Imaculado Coração"    Na terceira aparição, em Fátima, a 13/7/191...