O Grupo de Oração Sementes de Maria acontece todos as terça-feiras, as 19:30 com início do Santo Terço, na Capela Rosa Mística, Rua Paulina Maria Alves, 210, Loteamento, Pompéu/MG.

sexta-feira

Não seja um muro de lamentações





A conversão não é fruto do nosso esforço, assim como muitos pensam. Ela é nada mais é do que graça de Deus, pois a iniciativa parte d'Ele, já que é Ele quem nos convoca à Sua presença. Isso não quer dizer que não temos papel ativo nesse processo, mas nós simplesmente respondemos ao chamado do Senhor. Afinal, se Deus não se relevasse a nós, jamais teríamos ciência da existência d'Ele.

Nosso Deus é um Deus que consola e nos conduz, Ele fala conosco sendo guia de nossa caminhada. Mas não fique esperando apenas acontecimentos extraordinários para acreditar na ação de do Senhor em sua vida, pois Ele é simples, e é assim que Ele age, na simplicidade.

Muitas vezes, não nos silenciamos e, dessa forma, não permitimos ouvir o que Deus Pai tem a nos falar. Você precisa aprender a ouvir o Senhor, pois só assim será capaz de compreender Suas orientações.

Quando chegamos diante de Deus Altíssimo, nós saímos diferentes. Aquele que teve um verdadeiro momento de intimidade com o Senhor não sairá procurando por respostas. Existem também aqueles que fingem não ouvir o Pai pelo simples fato de não estarem ouvindo o que gostariam. Esses são os que se enganam e, mesmo de forma indireta, se fecham ao amor de Deus.

A conversão não é uma "estrada de mão única", pois, mesmo a iniciativa partindo do Pai, ainda assim é preciso nossa participação.

Mas, em primeiro lugar, antes de dar qualquer resposta ao chamado de Deus, você precisa compreender o Seu amor. Caso contrário, seu coração ficará confuso, achando que o caminho d'Ele é um caminho de sofrimento e tristezas.

Aquele que compreende o amor do Senhor está capacitado para o que vier, porque ele sabe que as leis de Deus não são para nos privar de nenhum momento feliz, muito pelo contrário, são para evitar que soframos.

O grande problema é que o cristão, muitas vezes, gosta de se passar por cristal, se colocando como vítima de todas as situações, como sofredor, incapaz, miserável, entre outras tantas misérias.

Não seja um muro de lamentações! Não pare na murmuração! Você é cristão, filho do Deus, que se fez carne, habitou em nosso meio e morreu no madeiro para sua salvação. Não importa qual seja sua cruz hoje, mas não pare nela. Assim como a cruz de Cristo, a sua deve ser sinal de ressurreição.

O primeiro passo para a conversão deve ser a nossa confiança nas promessas de Deus. A fé nada mais é do que confiar naquilo que não podemos ver e tocar, mas mesmo assim sermos obedientes às leis de Deus.

Deus não nos obriga a nada, Ele propõe um caminho para seguirmos, porém, nos deixa livres para fazermos nossas escolhas. Mesmo sabendo o que é melhor para nós, o Pai não nos obriga a nada, mas está sempre disposto a nos acolher de braços abertos.

Quando largamos das mãos de Deus Pai, nós vamos direto para o desastre. Ele está disposto a caminhar ao seu lado, segurando firme sua mão, mas a resposta precisa partir de você. Estenda seu braço aceitando a misericórdia do Pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como praticar a devoção dos Cinco Primeiros Sábados dedicados à Virgem Maria?

"Deus quer estabelecer no mundo a devoção a meu Imaculado Coração"    Na terceira aparição, em Fátima, a 13/7/191...