O Grupo de Oração Sementes de Maria acontece todos as terça-feiras, as 19:30 com início do Santo Terço, na Capela Rosa Mística, Rua Paulina Maria Alves, 210, Loteamento, Pompéu/MG.

sexta-feira

Os transtornos da sexualidade


A sociedade apresenta cada vez mais os sintomas dos transtornos causados pela ideologia do sexo fácil, livre e sem responsabilidade. A cada dia, cresce o número de pessoas mergulhadas em compulsões de ordem sexual, viciadas em pornografia e mergulhadas num vazio interior. Como enfrentar este problema?

    O que é a sexualidade humana   
                                                        
As pessoas precisam ter em mente que a sexualidade corresponde ao todo do ser humano. É um conjunto de relações corporais, afetivas, psíquicas, mas também um projeto espiritual. “O ser humano é corpo, mente e espírito. Estas três realidades precisam estar integradas para que a pessoa tenha uma sexualidade saudável. Se ela, por exemplo, faz sexo só com o corpo ou por uma compulsão psíquica, porque ‘deu vontade’, então ela está dilacerando o todo da sexualidade”, diz padre Paulo Ricardo da Arquidiocese de Cuiabá (MT). 

Transtorno compulsivo hiperativo

“A compulsão sexual ocorre quando a pessoa tem, no sexo, a sua única forma de prazer. Geralmente, as pessoas que apresentam este tipo de transtorno sofrem com ansiedade, timidez, TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) e depressão, mas o que determina que a pessoa está dentro deste quadro é quando ela começa a ter prejuízos na sua vida cotidiana”, explica a psicóloga e terapeuta Gabriela Monéa.
 Estima-se que 5 a 6% da população mundial sofra com este problema da compulsão sexual, sendo que a prevalência dos casos recaem sobre os homens. No entanto, existe um fenômeno que vem chamando a atenção dos especialistas: o crescente número de mulheres viciadas em sexo e pornografia.
“O sexo, na minha vida, era uma questão de vício, porque eu saia com um homem a cada noite. Eu tomava muita pílula do dia seguinte, era praticamente uma por dia”, diz a jovem A que prefere não se identificar.

                                      O vício da pornografia

O fenômeno da pornografia é outro problema que atinge homens, mulheres e até crianças. Com a internet, o acesso a estes conteúdos chegam à incrível marca de 28 mil por segundo em todo o mundo. “O que há na pornografia é uma forma de olhar a pessoa como um objeto de consumo”, diz padre Paulo Ricardo.
Para o jovem N. (que prefere não se identificar), o vício chegou de forma muito rápida e intensa. “Era acesso à internet todos os dias. Eu acessava e, depois, ficava naquele vazio me perguntando: ‘Por que eu fiz isto de novo?’ Quando a gente vê, não consegue sair mais, é uma bola de neve que vai nos levando, cada vez mais, para o buraco”.
Para o doutor em Teologia Moral e formador geral da Comunidade Canção Nova, padre Wagner Ferreira, não existe outra forma para se livrar do problema a não ser pedindo ajuda. “A pessoa precisa saber que, cada vez que ela guarda este transtorno para si, mais ele vem com força. Então, é preciso partilhá-lo com um amigo, uma pessoa da família e pedir ajuda.”



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como praticar a devoção dos Cinco Primeiros Sábados dedicados à Virgem Maria?

"Deus quer estabelecer no mundo a devoção a meu Imaculado Coração"    Na terceira aparição, em Fátima, a 13/7/191...