O Grupo de Oração Sementes de Maria acontece todos as terça-feiras, as 19:30 com início do Santo Terço, na Capela Rosa Mística, Rua Paulina Maria Alves, 210, Loteamento, Pompéu/MG.

quinta-feira

QUARESMA, tempo de fugir das situações que nos levam a pecar





Estamos num tempo especial e de especial graça porque Quaresma é tempo de conversão, de deixar passar aquilo que não nos faz bem e que precisa ir embora.

O pecado tem a ver com uma espécie de mal, que está em nosso interior, como um tumor, que, se não for tirado, nos fará muito mal. Todo pecado é um tumor que suga a vida nossa, são coisas ruins que precisamos tirar da nossa vida. O tempo quaresmal é propício para nos livrarmos de tudo o que nos prejudica. Assim como uma doença, o pecado precisa ser tratado e extirpado no princípio a fim de não causar danos maiores. Uma pessoa que carrega um pecado grave tem que sustentar esse mal em si mesma.


A Palavra de Deus nos mostra os resultados de quem opta pelo caminho do pecado e de quem escolhe o caminho do bem. A Sagrada Escritura é firme porque quer nos tirar da tentação de ficarmos nos comparando com uma pessoa que optou pelo mal, mas que aparenta ter uma vida muito boa e fácil. Visto que só não somos prejudicados quando optamos pelo bem.


O significado do pecado é o erro, é errar no objetivo, ele não nos permite que sejamos felizes e nos faz fracassar como seres humanos. Podemos errar em muitos objetivos da vida e, ainda assim, ser felizes, como, por exemplo, ao escolher uma profissão e depois perceber que fizemos a opção errada. Entretanto, quando pecamos carregamos as marcas e feridas causadas por esse mal.


E, com amor de Pai, Deus nos mostra o remédio: não tornemos a pecar. Este é o primeiro passo: parar de pecar, todo pecado nos destrói, faz com que usemos de maneira indevida aquilo que o Senhor nos deu [nossa vida, os dons]. Somente com a intervenção divina podemos nos desfazer das amarras do pecado, e dessa forma, as feridas são curadas e somos restaurados.


Devemos fugir das situações que nos levam a pecar, pois se pararmos para conversar com a tentação correremos o risco de cometer o pecado. Esse mal entra em nós como se fôssemos mordidos por uma serpente, e uma vez picados, não temos força para buscar socorro. É mais fácil evitar situações pecaminosas do que se livrar do pecado.

Para desfrutarmos do perdão nós precisamos querer ser perdoados, ou seja, precisamos abandonar o pecado, mesmo que, aparentemente, ele nos dê uma falsa sensação de prazer. Quando o pecado entra no coração não vemos os vários estragos que ele faz em nosso interior.

Este é o momento de voltarmos nosso coração para Deus Pai e pedir a Ele que não pereçamos pela soberba de achar que temos força para abandonar o pecado sozinhos. Somente pela intervenção divina nos libertamos do pecado. Supliquemos a Deus o perdão dos pecados cometidos.


Quem detesta a verdade está indo para o abismo. Não nos comparemos com alguém que escolheu uma vida de pecado, nem desanimemos ao ver que nenhum mal a atinge e que a vida lhe é fácil e que seu caminho é pavimentado de pedra. O caminho do justo é cheio de espinhos, mas não olhemos para o caminho, e sim, para onde ele nos leva.



Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como praticar a devoção dos Cinco Primeiros Sábados dedicados à Virgem Maria?

"Deus quer estabelecer no mundo a devoção a meu Imaculado Coração"    Na terceira aparição, em Fátima, a 13/7/191...