O Grupo de Oração Sementes de Maria acontece todos as terça-feiras, as 19:30 com início do Santo Terço, na Capela Rosa Mística, Rua Paulina Maria Alves, 210, Loteamento, Pompéu/MG.

quinta-feira

Aproxime-se de Deus se quiser ser perfeito no amor


A Palavra meditada hoje está em I Pedro 1, 22-25
22. Pela obediência à verdade, vos purificastes, para praticar um amor fraterno sem fingimento. Amai-vos, pois, uns aos outros, de coração e com ardor.
23. Nascestes de novo, não de uma semente corruptível, mas incorruptível, mediante a palavra de Deus, viva e permanente.
24. Pois “toda carne é como erva, e toda a sua glória como a flor da erva; secou a erva, caiu-lhe a flor;
25. mas a palavra do Senhor permanece para sempre”. Ora, esta é a palavra que vos foi anunciada como Boa-Nova.

"É preciso amar com afeto, ternura e ardor", aconselha Márcio.



Nós somos purificados e nascemos de novo pela obediência à Palavra de Deus, que é viva e permanente. Não obedecemos porque seremos constrangidos, mas por obediência à verdade.

Somos purificados para praticar um amor fraterno e sem fingimento uns com os outros, e não para qualquer coisa. É muito triste quando nos aproximamos de uma comunidade religiosa, seja ela qual for, e temos a impressão de que o amor nela não é verdadeiro. Isso esvazia o chamado de Deus para quem se aproxima dessa obra, porque o comportamento desmente a Palavra que é proclamada nela.


Todos nós procuramos um amor que não seja fingido, e não apenas Pedro, mas Paulo também nos pede que ele [amor] não seja falso. Amor fingido não recebe o nome de amor, se parece com amor, entretanto, não o é. E, hoje, Deus nos pede que o nosso amor seja verdadeiro e sem fingimentos.


Se não vamos viver o amor fingido, então devemos praticar o amor de coração e com ardor. E, não podemos dizer que o fato de não odiarmos já é amor, porque isso não é verdade. É preciso amar com afeto, ternura e ardor. A pessoa que se aproxima de nós tem de sentir o calor do nosso sentimento. É com esse amor que Deus quer que amemos, pois ele cura e traz alguém de volta para Ele.

Se quisermos ser amados com um amor fraterno, devemos amar os outros da mesma forma. Pela obediência à Palavra, um novo coração lhe é dado, para que você nasça de novo não de uma semente corruptível, e sim de uma semente incorruptível, que é a Palavra de Deus viva e permanente.

Nós somos como uma planta, que um dia morre, mas toda glória e reconhecimento que buscamos é como a flor da planta, que ao secar, seca a flor também. Somente a Palavra de Deus permanece.


Todas as vezes em que nos colocamos à disposição da verdade, fazendo o que é certo, obedecendo à verdade, na realidade, obedecemos a Deus, que nos fala por meio um fato ou de uma situação. Todo encontro que temos com a verdade é porque o Altíssimo nos conduz a ele.


Deus Pai ouve nosso clamor e vem nos socorrer em Seu amor. Todos os dias Ele se coloca em nossa presença porque nunca se esquece de nós. O Senhor jamais deixa de nos amar e de colaborar para sermos felizes.


Como forma de demonstração ao amor de Deus, escutemos a Sua Palavra e pratiquemos o que ela nos pede. Também o [amor] demonstramos quando rezamos, abrimos espaço para que o Espírito Santo fale em nosso coração e nos purifique. O coração se purifica à medida que escuta a verdade, para obedecer. Dessa forma, amamos com um coração puro e sincero.


O primeiro a ser beneficiado pelo amor é você mesmo. Se quiser ser perfeito no amor, então, aproxime-se de Deus. O amor é a vida do nosso espírito, tal como o alimento e água são vida para o corpo.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como praticar a devoção dos Cinco Primeiros Sábados dedicados à Virgem Maria?

"Deus quer estabelecer no mundo a devoção a meu Imaculado Coração"    Na terceira aparição, em Fátima, a 13/7/191...